Destaques da Bolsa: Ação da Locaweb tem forte alta; Vale e siderúrgicas também avançam

Confira os destaques desta quarta-feira (24)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O Ibovespa opera em alta, nesta quarta-feira (24), com o mercado de olho no andamento da PEC dos Precatórios, além de uma série de dados econômicos dos Estados Unidos. 

 Às 13h35, o Ibovespa subia 1,07%, a 104.767 pontos.

Liderando as altas  do índice, Locaweb (LWSA3) registra forte alta de 9,92%.

As ações da Vale e das siderúrgicas têm mais uma sessão de alta. Vale (VALE3) avança 1,73%, CSN (CSNA3) +2,44%, Gerdau (GGBR4) +1,17%, Metalúrgica Gerdau (GOAU4) +0,75% e Usiminas (USIM5) +5,07%. 

Os papéis da Petrobras (PETR3;PETR4) também sobem mais de 1%. O setor de bancos registra valorização, com Banco Inter (BIDI11) subindo 5,09%. 

Confira os destaques desta quarta-feira:

Bradesco (BBDC3;BBDC4)

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a operação pela qual o Bradesco passa a deter indiretamente, de forma isolada, a totalidade do capital social e votante do Banco Digio, empresa integralmente controlada, diretamente, pela Kartra Participações e, indiretamente, pela Elo Participações e pelos grupos Banco do Brasil e Bradesco, por meio da BB EloPar e da Bradescard, respectivamente. A decisão está publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Pelo contrato, segundo as empresas informaram em outubro, o Bradesco adquire a participação restante de 49,99% no Banco Digio por R$ 625 milhões, passando a deter, indiretamente, 100% do capital social da empresa. A operação foi realizada entre a Bradescard Elo e a BB Elo.

Em fato relevante quando do anúncio do negócio, o Bradesco informou que o Digio é um banco digital, que disponibiliza aos seus clientes pessoas físicas uma “experiência diferenciada” para realização de suas atividades financeiras e de pagamentos.

Atualmente, o Digio tem aproximadamente 2 milhões de cartões de crédito e também oferece contas e crédito pessoal aos seus clientes. A sua carteira de crédito é da ordem de R$ 2,5 bilhões.

Cosan (CSAN3)

A Cosan anunciou que, a partir de 2 de janeiro, Marcelo Eduardo Martins assumirá a posição de vice-presidente de Estratégia da companhia (CSO), deixando de ocupar o cargo de vice-presidente Financeiro e Relações com Investidores (CFO), que passará a ser ocupado por Ricardo Lewin.

Segundo a empresa, desde 2017, Ricardo Lewin ocupa o cargo de Diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Rumo, controlada da companhia. Anteriormente, foi diretor de fusões e aquisições na companhia por nove anos. Antes de entrar no grupo, trabalhou na Votorantim Cimentos, no Banco BBV e no Banco Itaú. Lewin é bacharel em engenharia pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e possui mestrado em administração de empresas pela Universidade da Califórnia, em Berkeley.

TIM (TIMS3)

A TIM disse que não recebeu qualquer contato direto ou proposta da KKR, empresa de private equity norte-americana que fez uma oferta pela controladora da companhia brasileira, a Telecom Italia.

*Com Reuters e Estadão Conteúdo

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.